Estudo Salmos 136 – A Misericórdia Infinita de Deus

Salmos 136.1

O Salmo 136 é um salmo de ação de graças que enfatiza a fidelidade e o amor de Deus. Ele segue uma estrutura repetitiva, onde cada versículo termina com a frase “Porque a Sua misericórdia dura para sempre”. Essa repetição destaca o tema central do salmo: a fidelidade inabalável de Deus ao Seu povo.

Começa reconhecendo Deus como o Deus dos deuses e o Senhor dos senhores. Ele relembra as maravilhas realizadas por Deus na criação, desde a formação dos céus até o estabelecimento da terra. O salmo continua descrevendo as obras poderosas de Deus na história de Israel, como a libertação do povo do Egito, a travessia do Mar Vermelho e a condução através do deserto.

Cada versículo do salmo destaca um evento específico na história de Israel e proclama a fidelidade de Deus naquele momento. Esses eventos incluem a lembrança da destruição do exército egípcio, a provisão de alimento no deserto, a conquista da terra prometida, entre outros.

O salmo também destaca a gratidão do povo diante da fidelidade de Deus. Ele encoraja o povo a dar graças ao Senhor por Sua bondade e amor eterno. É um convite para que todos louvem a Deus e reconheçam Sua fidelidade constante.

O Salmo 136 é um poderoso lembrete da fidelidade e do amor inabaláveis de Deus. Ele nos lembra das obras maravilhosas que Ele realizou no passado e nos encoraja a ser gratos e louvar a Deus por Sua fidelidade contínua. É um salmo de celebração da bondade e misericórdia duradoura de Deus.

———

Salmos 136

1 Rendei graças ao Senhor, porque ele é bom, porque a sua misericórdia dura para sempre.

2 Rendei graças ao Deus dos deuses, porque a sua misericórdia dura para sempre.

3 Rendei graças ao Senhor dos senhores, porque a sua misericórdia dura para sempre;

4 ao único que opera grandes maravilhas, porque a sua misericórdia dura para sempre;

5 àquele que com entendimento fez os céus, porque a sua misericórdia dura para sempre;

6 àquele que estendeu a terra sobre as águas, porque a sua misericórdia dura para sempre;

7 àquele que fez os grandes luminares, porque a sua misericórdia dura para sempre;

8 o sol para presidir o dia, porque a sua misericórdia dura para sempre;

9 a lua e as estrelas para presidirem a noite, porque a sua misericórdia dura para sempre;

10 àquele que feriu o Egito nos seus primogênitos, porque a sua misericórdia dura para sempre;

11 e tirou a Israel do meio deles, porque a sua misericórdia dura para sempre;

12 com mão poderosa e braço estendido, porque a sua misericórdia dura para sempre;

13 àquele que separou em duas partes o mar Vermelho, porque a sua misericórdia dura para sempre;

14 e por entre elas fez passar a Israel, porque a sua misericórdia dura para sempre;

15 mas precipitou no mar Vermelho a Faraó e ao seu exército, porque a sua misericórdia dura para sempre;

16 àquele que conduziu o seu povo pelo deserto, porque a sua misericórdia dura para sempre;

17 àquele que feriu grandes reis, porque a sua misericórdia dura para sempre;

18 e tirou a vida a famosos reis, porque a sua misericórdia dura para sempre;

19 a Seom, rei dos amorreus, porque a sua misericórdia dura para sempre;

20 e a Ogue, rei de Basã, porque a sua misericórdia dura para sempre;

21 cujas terras deu em herança, porque a sua misericórdia dura para sempre;

22 em herança a Israel, seu servo, porque a sua misericórdia dura para sempre;

23 a quem se lembrou de nós em nosso abatimento, porque a sua misericórdia dura para sempre;

24 e nos libertou dos nossos adversários, porque a sua misericórdia dura para sempre;

25 e dá alimento a toda carne, porque a sua misericórdia dura para sempre.

26 Oh! Tributai louvores ao Deus dos céus, porque a sua misericórdia dura para sempre.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Salmos 104.33

Estudo Salmos 104 – A Grandeza da Criação Divina

O Salmo 104 é um poema que celebra a grandeza e a beleza da criação divina. Este Salmo retrata Deus como o criador de todas as coisas, descrevendo a natureza e os seus elementos como obra das mãos de Deus. O poema começa com uma invocação a Deus, reconhecendo a

Mateus 3.16

Estudo Mateus 3 – O Batismo de Jesus

Mateus 3 descreve o ministério de João Batista, o precursor de Jesus. João pregava no deserto da Judeia, chamando as pessoas ao arrependimento e batizando-as nas águas do rio Jordão. Ele alertava sobre a chegada do Reino dos Céus e advertia contra a hipocrisia dos fariseus e saduceus que vinham

Temas

  » Alegria

  » Amizade

  » Amor

  » Fé e Motivação

  » Felicitações

  » Liderança

  » Pais e Filhos

  » Paz

  » Provérbios

  » Reflexão

  » Salmos

Receba inspiração no seu Email

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial