Estudo Salmos 51 – Oração de Arrependimento

Salmos 51:10

O Salmo 51 é um salmo de arrependimento, atribuído ao rei Davi depois de seu adultério com Bate-Seba. Davi reconhece sua culpa e pede perdão a Deus, clamando por purificação e renovação. Ele se arrepende profundamente de seus pecados e implora por misericórdia divina.

O salmo começa com um pedido de perdão, onde Davi reconhece sua transgressão e pede para ser purificado de seus pecados. Ele se dirige a Deus como aquele que é capaz de lavá-lo completamente e deixá-lo mais branco do que a neve. Ele implora para que Deus crie um coração puro em seu interior e renove um espírito justo dentro dele.

Davi reconhece que seu pecado não é apenas contra Bate-Seba e Urias, mas principalmente contra Deus. Ele implora para que Deus não o afaste da Sua presença e o restaure à alegria da salvação. Davi também pede para que Deus o capacite a ensinar transgressores e pecadores sobre a justiça divina.

No salmo, Davi oferece a Deus sacrifícios de um coração quebrantado e contrito, reconhecendo que não é por meio de ofertas ou sacrifícios que ele pode encontrar a redenção, mas somente por meio da misericórdia divina.

Em resumo, o Salmo 51 é um pedido de perdão e purificação, onde Davi reconhece seus pecados e implora por misericórdia divina. Ele reconhece que somente Deus pode lavá-lo de seus pecados e restaurar seu relacionamento com Ele. O salmo é um exemplo de arrependimento sincero e de confiança na misericórdia divina.

———

Salmos 51

1 Compadece-te de mim, ó Deus, segundo a tua benignidade; e, segundo a multidão das tuas misericórdias, apaga as minhas transgressões.

2 Lava-me completamente da minha iniquidade e purifica-me do meu pecado.

3 Pois eu conheço as minhas transgressões, e o meu pecado está sempre diante de mim.

4 Pequei contra ti, contra ti somente, e fiz o que é mau perante os teus olhos, de maneira que serás tido por justo no teu falar e puro no teu julgar.

5 Eu nasci na iniquidade, e em pecado me concebeu minha mãe.

6 Eis que te comprazes na verdade no íntimo e no recôndito me fazes conhecer a sabedoria.

7 Purifica-me com hissopo, e ficarei limpo; lava-me, e ficarei mais alvo que a neve.

8 Faze-me ouvir júbilo e alegria, para que exultem os ossos que esmagaste.

9 Esconde o rosto dos meus pecados e apaga todas as minhas iniquidades.

10 Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova dentro de mim um espírito inabalável.

11 Não me repulses da tua presença, nem me retires o teu Santo Espírito.

12 Restitui-me a alegria da tua salvação e sustenta-me com um espírito voluntário.

13 Então, ensinarei aos transgressores os teus caminhos, e os pecadores se converterão a ti.

14 Livra-me dos crimes de sangue, ó Deus, Deus da minha salvação, e a minha língua exaltará a tua justiça.

15 Abre, Senhor, os meus lábios, e a minha boca manifestará os teus louvores.

16 Pois não te comprazes em sacrifícios; do contrário, eu tos daria; e não te agradas de holocaustos.

17 Sacrifícios agradáveis a Deus são o espírito quebrantado; coração compungido e contrito, não o desprezarás, ó Deus.

18 Faze bem a Sião, segundo a tua boa vontade; edifica os muros de Jerusalém.

19 Então, te agradarás dos sacrifícios de justiça, dos holocaustos e das ofertas queimadas; e sobre o teu altar se oferecerão novilhos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Salmos 59.16

Estudo Salmos 59 – Louvor na Adversidade

Salmos 59 é um salmo de lamentação que expressa a angústia e o sofrimento de Davi. Ele clama a Deus por proteção contra seus inimigos, que o perseguem implacavelmente. Davi pede a Deus para acordar e vê-lo em sua aflição, rogando que Ele intervenha e o livre de seus adversários.

Mateus 19.14

Estudo Mateus 19 – De Quem é o Reino dos Céus

Neste capítulo de Mateus 19, vemos Jesus atravessando o Jordão após ensinar sobre diversos assuntos na Galileia. Multidões o seguem, e ele continua a realizar curas. Logo depois, alguns fariseus se aproximam e questionam Jesus sobre o divórcio, perguntando se é lícito um marido repudiar sua esposa por qualquer motivo.

Salmos 10.17

Estudo Salmos 10 – A derrubada dos ímpios

Neste capítulo de Salmos, o justo questiona a Deus o motivo dos ímpios fazerem tantas perversidades e não sofrerem consequências imediatas aqui na terra. Quando as coisas parecem estar totalmente fora de controle, é comum se ouvir perguntas como no versículo 1, “Por que, Senhor, te conservas longe?”. Mas a

Salmos 97.11

Estudo Salmos 97 – A Soberania de Deus

O Salmo 97 é um dos muitos salmos que se concentram na soberania de Deus sobre a Terra. O salmo começa declarando que Deus é Rei, e que a Terra se regozija com isso. A seguir, descreve como as nuvens e a escuridão envolvem Deus, simbolizando Sua majestade e poder.

Temas

  » Alegria

  » Amizade

  » Amor

  » Fé e Motivação

  » Felicitações

  » Liderança

  » Pais e Filhos

  » Paz

  » Provérbios

  » Reflexão

  » Salmos

Receba inspiração no seu Email

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial