Estudo Salmos 97 – A Soberania de Deus

Salmos 97.11

O Salmo 97 é um dos muitos salmos que se concentram na soberania de Deus sobre a Terra. O salmo começa declarando que Deus é Rei, e que a Terra se regozija com isso. A seguir, descreve como as nuvens e a escuridão envolvem Deus, simbolizando Sua majestade e poder.

Então destaca a justiça de Deus, dizendo que fogo vai adiante Dele e que Ele julga a Terra com justiça. A justiça de Deus é uma característica importante em toda a Bíblia, e neste salmo é enfatizada como algo que deve inspirar adoração e temor.

Também fala sobre a idolatria e a adoração a outros deuses. O salmista adverte que todos aqueles que adoram ídolos serão envergonhados. Isso é uma lembrança importante de que Deus é único e deve ser adorado exclusivamente. Essa mensagem pode ser aplicada em nossas vidas hoje, quando muitas pessoas colocam outras coisas, como dinheiro, carreira, relacionamentos ou poder, acima de Deus.

O salmo conclui com uma mensagem de alegria para os justos. Eles devem se alegrar em Deus e se regozijar em Sua santidade. Isso nos lembra que a adoração a Deus é uma fonte de alegria e que nossa felicidade está ligada ao nosso relacionamento com Ele.

Portanto, este salmo é uma poderosa mensagem sobre a soberania e a justiça de Deus, a idolatria e a adoração exclusiva a Ele, e a alegria que vem de uma vida comprometida com o Seu reino.

Ao ler o Salmo 97, somos chamados a refletir sobre nossa própria adoração e compromisso com Deus. Somos lembrados de que Ele é o Rei do universo e que devemos colocá-Lo em primeiro lugar em nossas vidas.

Também somos lembrados de que a justiça de Deus é um aspecto importante de Sua natureza, e que devemos procurar ser justos em todas as nossas ações. Finalmente, somos encorajados a buscar a alegria e a satisfação em Deus, reconhecendo que nossa felicidade e bem-estar dependem do nosso relacionamento com Ele.

———

Salmos 97

1 Reina o Senhor . Regozije-se a terra, alegrem-se as muitas ilhas.

2 Nuvens e escuridão o rodeiam, justiça e juízo são a base do seu trono.

3 Adiante dele vai um fogo que lhe consome os inimigos em redor.

4 Os seus relâmpagos alumiam o mundo; a terra os vê e estremece.

5 Derretem-se como cera os montes, na presença do Senhor , na presença do Senhor de toda a terra.

6 Os céus anunciam a sua justiça, e todos os povos veem a sua glória.

7 Sejam confundidos todos os que servem a imagens de escultura, os que se gloriam de ídolos; prostrem-se diante dele todos os deuses.

8 Sião ouve e se alegra, as filhas de Judá se regozijam, por causa da tua justiça, ó Senhor .

9 Pois tu, Senhor , és o Altíssimo sobre toda a terra; tu és sobremodo elevado acima de todos os deuses.

10 Vós que amais o Senhor , detestai o mal; ele guarda a alma dos seus santos, livra-os da mão dos ímpios.

11 A luz difunde-se para o justo, e a alegria, para os retos de coração.

12 Alegrai-vos no Senhor , ó justos, e dai louvores ao seu santo nome.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Salmos 26.2

Estudo Salmos 26 – Apelo do justo

Neste capítulo, o salmista ora a Deus para que o revele tudo o que não está de acordo com a Sua vontade e com o Seu caráter. O desejo de Davi é fazer todo o possível para ser aceito e ter comunhão com Deus, andando com retidão aqui na terra

Mateus 3.6

Para que Serve a Confissão de Fé?

A confissão de fé desempenha um papel fundamental na vida espiritual de um cristão. Ela é um ato de expressão de crença, arrependimento e compromisso com Deus. Neste artigo, exploraremos o significado e a importância da confissão de fé, abordando diferentes aspectos desse tema vital. 1. Ensino de João Batista

Temas

  » Alegria

  » Amizade

  » Amor

  » Fé e Motivação

  » Felicitações

  » Liderança

  » Pais e Filhos

  » Paz

  » Provérbios

  » Reflexão

  » Salmos

Receba inspiração no seu Email

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial