Estudo Salmos 120 – Clamor à Deus

Salmos 120.2

Salmos 120 é um salmo encontrado na Bíblia que expressa o clamor de um indivíduo que está sofrendo com a falsidade e a maldade dos outros ao seu redor. Embora eu não possa citar os versículos específicos do Salmo 120, posso fornecer um estudo geral sobre o salmo.

Este salmo começa com uma expressão de angústia e uma petição a Deus por ajuda contra os falsos e mentirosos. O salmista sente-se cercado por pessoas que falam com falsidade e engano, e ele busca o auxílio do Senhor para livrá-lo dessa situação opressora.

O salmista descreve os lábios mentirosos como uma arma de destruição, capazes de causar grande dor e sofrimento. Ele expressa sua desolação e lamenta estar residindo em Meseque e entre as tendas de Quedar, que podem ser usadas metaforicamente para representar lugares distantes e hostis.

No meio de sua angústia, o salmista reconhece a importância da paz e do amor. Ele clama por paz, mas se vê cercado por aqueles que preferem a guerra. O salmista busca a paz, mas encontra apenas hostilidade.

No final do salmo, o salmista expressa sua confiança na justiça divina e no julgamento de Deus. Ele confia que Deus punirá os mentirosos e os enganadores, trazendo justiça para aqueles que têm sido vítimas de sua maldade.

Apesar das dificuldades enfrentadas pelo salmista, ele encontra consolo e esperança em Deus. Sua confiança está firmemente estabelecida na crença de que Deus ouvirá seu clamor e responderá de acordo com Sua bondade e justiça.
https://www.traditionrolex.com/50

Em resumo, o Salmo 120 retrata a angústia de um indivíduo cercado por falsidade e maldade. O salmista busca a ajuda de Deus para enfrentar essa situação opressora e confia na justiça divina para punir os mentirosos. O salmo ressalta a importância da paz e da sinceridade, enquanto expressa a confiança do salmista na resposta de Deus às suas orações.

———

Salmos 120

1 Na minha angústia, clamo ao Senhor , e ele me ouve.

2 Senhor , livra-me dos lábios mentirosos, da língua enganadora.

3 Que te será dado ou que te será acrescentado, ó língua enganadora?

4 Setas agudas do valente e brasas vivas de zimbro.

5 Ai de mim, que peregrino em Meseque e habito nas tendas de Quedar.

6 Já há tempo demais que habito com os que odeiam a paz.

7 Sou pela paz; quando, porém, eu falo, eles teimam pela guerra.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Salmos 76:8

Estudo Salmos 76 – A Majestade e o Poder de Deus

O Salmo 76 é um hino de louvor e ação de graças a Deus por sua proteção e vitória sobre os inimigos de Israel. O salmista começa declarando que Deus é conhecido em Judá e seu nome é grande em Israel. Ele descreve como Deus se manifestou em Jerusalém, destruindo

Eclesiastes 9.17

Estudo Esclesiastes 9 – A Voz da Sabedoria

No livro de Eclesiastes, no capítulo 9, o autor reflete sobre a natureza incerta e imprevisível da vida humana. Ele observa que, aos olhos de Deus, tanto os justos quanto os ímpios estão sujeitos ao destino, e o resultado das ações de uma pessoa está fora de seu controle. A

Salmos 78.14

Estudo Salmos 78 – A Providência Divina

O Salmo 78 é um hino de louvor e ensinamento sobre a fidelidade de Deus para com o seu povo, especialmente no que diz respeito à história de Israel. Este salmo é um convite para as próximas gerações meditarem sobre os feitos do Senhor, a fim de que possam aprender

Salmos 57.1

Estudo Salmos 57 – Busca por Proteção Divina

O Salmo 57 é uma oração de Davi a Deus em um momento de perigo e aflição. O salmista clama por misericórdia e proteção divina, enquanto expressa sua confiança na fidelidade de Deus. Davi reconhece que está cercado por inimigos que buscam sua vida, mas afirma sua confiança em Deus

Temas

  » Alegria

  » Amizade

  » Amor

  » Fé e Motivação

  » Felicitações

  » Liderança

  » Pais e Filhos

  » Paz

  » Provérbios

  » Reflexão

  » Salmos

Receba inspiração no seu Email

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial