Estudo Salmos 23 – O Senhor é o meu pastor

Este Salmos é sobre a comunhão do homem com Deus. Fica muito claro que absolutamente nada faltará para aquele que tem Jesus Cristo como seu pastor. Ele receberá descanso (23.2), refrigério (23.3a), direção (23.3b), companhia (23.4), provisão (23.5a), consolo (23.5b), bondade e misericórdia (23.6).

No início, o salmista declara o Senhor como pastor da sua vida. Mas essa é uma relação de comunhão. Enquanto o pastor cuida, orienta e alimenta suas ovelhas, elas retribuem com obediência, submissão, amor e confiança (Salmos 23.1).

Além disso, há uma analogia entre os pastos verdejantes e Cristo como Pão da Vida (João 6.48). Assim como, as águas de descanso são como a Água Viva (João 4.10-14) oferecida por Jesus para a mulher samaritana (Salmos 23.2).

Dessa forma, quando Deus é o nosso Senhor, as feridas são saradas e há refrigério para nossa alma (Salmos 23.3). O seu bordão e o seu cajado são instrumentos utilizados pelo pastor para guiar e defender suas ovelhas (Salmos 23.4). E Jesus alivia e consola seu rebanho (Salmos 23.5).

Por fim, a certeza de que temos comunhão com Deus aqui na terra e que haveremos de viver com Cristo nos céus é a nossa única esperança e o que realmente nos alegra (Salmos 23.6).

1 O SENHOR é o meu pastor,
nada me faltará.

2 Ele me faz descansar em campos verdes,
ele me leva para junto de águas tranquilas.

3 Ele renova a minha vida.
Ele me guia por caminhos bons porque ele é bom.

4 Mesmo que eu caminhe pelo vale mais escuro,
não terei medo de nada,
porque o Senhor está comigo;
a sua vara e o seu cajado são a minha proteção.

5 Ele prepara um banquete para mim
à vista dos meus inimigos.
O Senhor me recebeu com todas as honras
e encheu o meu copo até transbordar.

6 A sua bondade e o seu amor
me acompanharão durante a minha vida,
e voltarei sempre à casa do SENHOR
enquanto eu viver.

Salmos 23 – Rei Davi


Foto: Pexels; Estudo inspirado por: Bíblia Shedd.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Salmos 130.2

Estudo Salmos 130 – Clamor Fervoroso ao Senhor

O Salmo 130 é um salmo de profunda busca por perdão e misericórdia. Começa com um clamor fervoroso ao Senhor. O salmista reconhece a profundidade de seu pecado e clama por misericórdia. Ele expressa sua necessidade desesperada de ser ouvido por Deus e de receber o perdão divino. Também expressa confiança

Salmos 115.1

Estudo Salmos 115 – À Deus dá Glória

O Salmo 115 é um cântico de louvor a Deus que expressa a confiança e a gratidão do salmista pelo poder e bondade do Senhor. O salmo começa com a declaração de que a glória deve ser dada a Deus, pois Ele é fiel e verdadeiro. O salmista contrasta a

Salmos 52.1

Estudo Salmos 52 – Oração de Lamento

O Salmo 52 é um salmo de lamento, que começa com uma condenação direta contra um homem mau. O salmista o acusa de trair a confiança de Deus, se gloriar do mal que pratica e amar mais a mentira do que a verdade. O salmista se volta para Deus como

Salmos 41.1

Estudo Salmos 41 – Proteção e Cuidado de Deus

O Salmo 41 é um poema que fala sobre a proteção e o cuidado de Deus por aqueles que buscam ajudar os necessitados e que clamam por sua misericórdia. O salmo começa com uma bênção para aqueles que cuidam dos necessitados, dizendo que o Senhor os livrará no dia da

Temas

  » Alegria

  » Amizade

  » Amor

  » Fé e Motivação

  » Felicitações

  » Liderança

  » Pais e Filhos

  » Paz

  » Provérbios

  » Reflexão

  » Salmos

Receba inspiração no seu Email

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial