Salmos 16

1 Proteja-me, ó meu Deus,
pois no Senhor me refugio.

2 Alguns disseram: “O SENHOR é o meu Senhor,
todo o bem que tenho vem do Senhor”.

3 E ao mesmo tempo disseram aos deuses do país:
“Vocês também são fortes e muito agradáveis”.

4 Os que seguem outros deuses sofrerão muito.
Eu não participarei das ofertas sangrentas que eles oferecem aos seus ídolos.
Nem sequer permitirei que os meus lábios pronunciem o nome desses deuses.

5 O SENHOR é a porção que me foi dada e o meu cálice.
O meu futuro está nas suas mãos!

6 Foi me dado um lugar maravilhoso,
a minha herança é a mais bela.

7 Louvarei o SENHOR porque ele me guia;
até de noite, ele dirige e guia os meus passos.

8 Para mim o SENHOR é sempre o primeiro;
nada pode me abalar, pois ele está ao meu lado.

9 Por isso o meu coração e a minha alma estão cheios de alegria
e o meu corpo viverá em segurança para sempre.

10 Porque não me abandonará no lugar dos mortos,
não deixará o seu santo ficar na cova.

11 Ensine-me o caminho que conduz à vida,
à alegria sem fim de estar na sua presença,
às delícias de estar ao seu lado direito para sempre.

Salmos 16 – Rei Davi


Foto: Pexels; Reflexão inspirada por: Bíblia Shedd.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Mateus 25.29

Estudo Mateus 25 – Ensinamentos sobre o Reino dos Céus

Mateus 25 apresenta três parábolas que ilustram importantes ensinamentos sobre o Reino dos Céus e o julgamento final. A primeira parábola narra a história de dez virgens, divididas em cinco néscias e cinco prudentes, todas aguardando a chegada do noivo. As prudentes, prevenidas com azeite extra, conseguem manter suas lâmpadas

Estudo Salmos 72 – Oração pelo rei justo

O Salmo 72 é um poema que celebra a justiça e a bondade de Deus, e pede por um rei justo e sábio que governe com equidade e compaixão. O salmista começa pedindo a Deus que conceda ao rei a sabedoria e a justiça necessárias para governar com retidão e

Até que ponto podemos mudar? Reflexão de Provérbios 4.23

Muitas vezes queremos nos tornar pessoas diferentes do que nós somos, apenas para satisfazer exigências do mundo. E, com isso, podemos, de fato, perder nossa essência. Ou seja, deixar de ser quem nós somos de verdade para nos adequar aos padrões externos que a aceitação e o sucesso do mundo,

Temas

Receba inspiração no seu Email

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial