Estudo Salmos 111 – O Temor do Senhor

Salmos 111.10

O Salmo 111 é um salmo que exalta as obras e atributos de Deus. O salmista começa declarando a sua intenção de louvar ao Senhor com todo o seu coração, reunido na congregação dos justos. Ele afirma que as obras de Deus são grandes e que seus feitos são dignos de serem estudados e meditados.

O salmista continua descrevendo a grandeza de Deus, afirmando que Ele é gracioso, compassivo e justo. Ele lembra as obras maravilhosas de Deus, incluindo a sua aliança com o povo de Israel e a libertação deles da escravidão no Egito. O salmista destaca a fidelidade de Deus em cumprir suas promessas e em mostrar misericórdia ao seu povo.

Além disso, o salmista destaca a sabedoria de Deus, afirmando que o temor do Senhor é o princípio da sabedoria. Ele incentiva seus ouvintes a meditar nas obras de Deus e a louvá-lo por elas. Ele afirma que aqueles que obedecem aos mandamentos de Deus são prudentes e têm entendimento.

O salmo termina com uma afirmação da bondade e fidelidade de Deus. O salmista afirma que a sua justiça é eterna e que Ele é santo e temível. Ele lembra que o temor do Senhor é o caminho para a sabedoria e que aqueles que o temem têm um entendimento bom e duradouro.

Em resumo, o Salmo 111 é um salmo que exalta as obras e atributos de Deus, destacando a sua grandeza, sabedoria, justiça, fidelidade e misericórdia. O salmista incentiva seus ouvintes a meditar nas obras de Deus e a louvá-lo por elas. O salmo é um lembrete de que Deus é digno de todo o louvor e que o temor do Senhor é o princípio da sabedoria.

———

Salmos 111

1 Aleluia! De todo o coração renderei graças ao Senhor , na companhia dos justos e na assembleia.

2 Grandes são as obras do Senhor , consideradas por todos os que nelas se comprazem.

3 Em suas obras há glória e majestade, e a sua justiça permanece para sempre.

4 Ele fez memoráveis as suas maravilhas; benigno e misericordioso é o Senhor .

5 Dá sustento aos que o temem; lembrar-se-á sempre da sua aliança.

6 Manifesta ao seu povo o poder das suas obras, dando-lhe a herança das nações.

7 As obras de suas mãos são verdade e justiça; fiéis, todos os seus preceitos.

8 Estáveis são eles para todo o sempre, instituídos em fidelidade e retidão.

9 Enviou ao seu povo a redenção; estabeleceu para sempre a sua aliança; santo e tremendo é o seu nome.

10 O temor do Senhor é o princípio da sabedoria; revelam prudência todos os que o praticam. O seu louvor permanece para sempre.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Mateus 14.25

Estudo Mateus 14 – O Poder e a Compaixão de Jesus

Neste capítulo de Mateus 14, podemos observar uma série de eventos significativos. Primeiramente, é narrada a morte de João Batista, profeta que havia sido aprisionado por Herodes devido às suas críticas ao relacionamento ilícito do tetrarca com Herodias, a esposa de seu irmão. Herodes, ao ouvir falar de Jesus, teme

Salmos 7.1

Estudo Salmos 7 – Deus defende o justo contra o ímpio

Neste Salmo, o rei Davi pede a Deus proteção contra todos os seus inimigos. Pois são muitas as acusações que seus inimigos apontam, mas Davi nega todas elas. Portanto, a nossa confiança na resolução de conflitos deve estar sempre na sabedoria e na justiça de Deus. Assim como Davi, devemos

Salmos 23.1

Estudo Salmos 23 – O Senhor é o meu pastor

Este Salmos é sobre a comunhão do homem com Deus. Fica muito claro que absolutamente nada faltará para aquele que tem Jesus Cristo como seu pastor. Ele receberá descanso (23.2), refrigério (23.3a), direção (23.3b), companhia (23.4), provisão (23.5a), consolo (23.5b), bondade e misericórdia (23.6). No início, o salmista declara o

Temas

  » Alegria

  » Amizade

  » Amor

  » Fé e Motivação

  » Felicitações

  » Liderança

  » Pais e Filhos

  » Paz

  » Provérbios

  » Reflexão

  » Salmos

Receba inspiração no seu Email

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial