Estudo Salmos 40 – Oração para Livramento

Salmos 40.2

No Salmos 40, o salmista expressa sua gratidão a Deus por ter o livrado de uma situação difícil. Ele reconhece que foi Deus quem o salvou da angústia e do perigo, e que Deus o ouviu quando ele clamou por socorro.

O salmista também reconhece a bondade e a fidelidade de Deus. Ele afirma que Deus é bom e justo, e que Deus tem agido de forma amorosa e compassiva em sua vida. Ele expressa sua gratidão a Deus por sempre estar presente e por nunca abandoná-lo.

O salmista reconhece que Deus é o seu Deus para sempre e que ele deve viver de acordo com os mandamentos de Deus. Ele expressa sua disposição em fazer a vontade de Deus e em ser fiel aos seus ensinamentos.

No entanto, o salmista também reconhece que a sua fidelidade a Deus é limitada, e que ele precisa da ajuda divina para viver de acordo com os seus planos. Ele pede a Deus que o fortaleça e lhe dê sabedoria e discernimento.

Finalmente, o salmista expressa sua esperança e confiança na proteção divina. Ele afirma que Deus é o seu refúgio e a sua fortaleza, e que Deus o protegerá em todos os momentos. Ele confia que Deus é o seu Deus para sempre e que Deus nunca o abandonará.

———

Salmos 40

1 Esperei confiantemente pelo Senhor ; ele se inclinou para mim e me ouviu quando clamei por socorro.

2 Tirou-me de um poço de perdição, de um tremedal de lama; colocou-me os pés sobre uma rocha e me firmou os passos.

3 E me pôs nos lábios um novo cântico, um hino de louvor ao nosso Deus; muitos verão essas coisas, temerão e confiarão no Senhor .

4 Bem-aventurado o homem que põe no Senhor a sua confiança e não pende para os arrogantes, nem para os afeiçoados à mentira.

5 São muitas, Senhor , Deus meu, as maravilhas que tens operado e também os teus desígnios para conosco; ninguém há que se possa igualar contigo. Eu quisera anunciá-los e deles falar, mas são mais do que se pode contar.

6 Sacrifícios e ofertas não quiseste; abriste os meus ouvidos; holocaustos e ofertas pelo pecado não requeres.

7 Então, eu disse: eis aqui estou, no rolo do livro está escrito a meu respeito;

8 agrada-me fazer a tua vontade, ó Deus meu; dentro do meu coração, está a tua lei.

9 Proclamei as boas-novas de justiça na grande congregação; jamais cerrei os lábios, tu o sabes, Senhor .

10 Não ocultei no coração a tua justiça; proclamei a tua fidelidade e a tua salvação; não escondi da grande congregação a tua graça e a tua verdade.

11 Não retenhas de mim, Senhor , as tuas misericórdias; guardem-me sempre a tua graça e a tua verdade.

12 Não têm conta os males que me cercam; as minhas iniquidades me alcançaram, tantas, que me impedem a vista; são mais numerosas que os cabelos de minha cabeça, e o coração me desfalece.

13 Praza-te, Senhor , em livrar-me; dá-te pressa, ó Senhor , em socorrer-me.

14 Sejam à uma envergonhados e cobertos de vexame os que me demandam a vida; tornem atrás e cubram-se de ignomínia os que se comprazem no meu mal.

15 Sofram perturbação por causa da sua ignomínia os que dizem: Bem feito! Bem feito!

16 Folguem e em ti se rejubilem todos os que te buscam; os que amam a tua salvação digam sempre: O Senhor seja magnificado!

17 Eu sou pobre e necessitado, porém o Senhor cuida de mim; tu és o meu amparo e o meu libertador; não te detenhas, ó Deus meu!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Estudo Salmos 4 – Confiança em Deus em tempos de angústia

Não é de hoje que Deus está de prontidão para responder às orações dos que clamam a ele. E a promessa que ele nos faz é que continuará fazendo isso até o fim dos dias. Além disso, quando fazemos uma breve reflexão de quem Deus é e de tudo que

Salmos 74:20

Estudo Salmos 74 – Lamentação sobre a destruição do templo

O Salmo 74 é uma lamentação em que o salmista clama a Deus por ajuda diante da destruição do templo em Jerusalém. Ele começa pedindo que Deus se lembre do Seu povo, que foi redimido e escolhido por Ele, e que olhe para as ruínas do templo, que foram profanadas

Estudo Provérbios 12 – Ensinamentos Práticos sobre Sabedoria, Caráter e Justiça

Provérbios 12 é um capítulo do livro bíblico de Provérbios que oferece uma série de ensinamentos práticos sobre sabedoria, caráter e justiça. O capítulo começa destacando a importância de buscar conhecimento e adquirir sabedoria, indicando que aqueles que amam o conhecimento buscam conselhos sábios e rejeitam a influência dos insensatos.

Temas

Receba inspiração no seu Email

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial