Estudo Provérbios 4 – A Importância de Guardar os Ensinamentos

Provérbios 4.18

O capítulo 4 começa com uma exortação de um pai a seu filho, incentivando-o a ouvir e receber seus ensinamentos. O pai enfatiza a importância de adquirir sabedoria e entendimento, pois eles são fundamentais para uma vida bem-sucedida e próspera.

O autor destaca a importância de guardar os ensinamentos, pois eles são uma fonte de vida e proteção contra o mal. O capítulo também ressalta a necessidade de se ter um coração vigilante, protegendo-o de influências negativas e buscando a retidão. Além disso, Provérbios 4 enfatiza a importância de se buscar a sabedoria com diligência, valorizando-a mais do que qualquer riqueza material.

O capítulo encoraja a prática da retidão e do discernimento, evitando o caminho dos ímpios. A sabedoria é descrita como uma luz que guia os passos daqueles que a possuem, iluminando seu caminho e protegendo-os das armadilhas da vida.

Em resumo, Provérbios 4 é um chamado à busca da sabedoria e do conhecimento, reconhecendo seu valor inestimável. O capítulo destaca a importância de se ouvir os ensinamentos dos mais experientes e de se esforçar para adquirir discernimento e entendimento. Ele nos lembra que a sabedoria é um guia confiável que nos conduzirá por caminhos retos e nos protegerá dos desafios da vida.

———

Provérbios 4

1 Ouvi, filhos, a instrução do pai e estai atentos para conhecerdes o entendimento;

2 porque vos dou boa doutrina; não deixeis o meu ensino.

3 Quando eu era filho em companhia de meu pai, tenro e único diante de minha mãe,

4 então, ele me ensinava e me dizia: Retenha o teu coração as minhas palavras; guarda os meus mandamentos e vive;

5 adquire a sabedoria, adquire o entendimento e não te esqueças das palavras da minha boca, nem delas te apartes.

6 Não desampares a sabedoria, e ela te guardará; ama-a, e ela te protegerá.

7 O princípio da sabedoria é: Adquire a sabedoria; sim, com tudo o que possuis, adquire o entendimento.

8 Estima-a, e ela te exaltará; se a abraçares, ela te honrará;

9 dará à tua cabeça um diadema de graça e uma coroa de glória te entregará.

10 Ouve, filho meu, e aceita as minhas palavras, e se te multiplicarão os anos de vida.

11 No caminho da sabedoria, te ensinei e pelas veredas da retidão te fiz andar.

12 Em andando por elas, não se embaraçarão os teus passos; se correres, não tropeçarás.

13 Retém a instrução e não a largues; guarda-a, porque ela é a tua vida.

14 Não entres na vereda dos perversos, nem sigas pelo caminho dos maus.

15 Evita-o; não passes por ele; desvia-te dele e passa de largo;

16 pois não dormem, se não fizerem mal, e foge deles o sono, se não fizerem tropeçar alguém;

17 porque comem o pão da impiedade e bebem o vinho das violências.

18 Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito.

19 O caminho dos perversos é como a escuridão; nem sabem eles em que tropeçam.

20 Filho meu, atenta para as minhas palavras; aos meus ensinamentos inclina os ouvidos.

21 Não os deixes apartar-se dos teus olhos; guarda-os no mais íntimo do teu coração.

22 Porque são vida para quem os acha e saúde, para o seu corpo.

23 Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o coração, porque dele procedem as fontes da vida.

24 Desvia de ti a falsidade da boca e afasta de ti a perversidade dos lábios.

25 Os teus olhos olhem direito, e as tuas pálpebras, diretamente diante de ti.

26 Pondera a vereda de teus pés, e todos os teus caminhos sejam retos.

27 Não declines nem para a direita nem para a esquerda; retira o teu pé do mal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Salmos 114.7

Estudo Salmos 114 – O Poder de Deus

O Salmo 114 é um salmo que celebra o poder de Deus na libertação de seu povo da escravidão do Egito. O salmo começa descrevendo como o mar vermelho se abriu diante dos israelitas enquanto fugiam do exército egípcio. A descrição é poética, cheia de imagens vívidas que nos transportam

Salmos 11.1

Estudo Salmos 11 – O Senhor é forte refúgio

Em Salmos 11, os amigos de Davi o aconselharam a fugir. Eles temiam os grandes riscos que Davi corria por conta das ameaças de seus inimigos. Mas como mostra o versículo 1, a confiança do justo está no Senhor. Nele é o nosso refúgio. O versículo 3 questiona sobre o

Temas

Receba inspiração no seu Email

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial