Estudo Salmos 26 – Apelo do justo

Neste capítulo, o salmista ora a Deus para que o revele tudo o que não está de acordo com a Sua vontade e com o Seu caráter. O desejo de Davi é fazer todo o possível para ser aceito e ter comunhão com Deus, andando com retidão aqui na terra e dentro da vontade do Senhor.

Primeiramente, Davi afirma que tem sido íntegro e que tem buscado andar com a benignidade e verdade do Senhor. Não tem buscado a companhia de homens falsos, dissimuladores, malfeitores e ímpios. O seu desejo é de justiça e que Deus o examine para mostrá-lo algo que possa não estar de acordo com Seus princípios (Salmos 25.1 a 25.5).

Em seguida, o amor do salmista a Deus é declarado, o que o motiva a não compactuar com as coisas do mal. Pois a sua esperança está na misericórdia do Senhor, porque sabe que os destinos de bons e maus são bem diferentes aos olhos de Deus (Salmos 25.6 a 25.12).

1 SENHOR, julgue-me,
veja que tenho vivido com honestidade;
SENHOR, veja que sempre confiei no Senhor.

2 Examine os meus sentimentos, SENHOR,
ponha à prova os meus pensamentos mais profundos.

3 Nunca me esqueço do seu amor
e sou fiel em todos os meus passos.

4 Não me junto com os que procuram fazer mal;
não gosto de gente hipócrita.

5 Detesto e evito a companhia dos perversos
e não me junto aos criminosos.

6 SENHOR, lavo as mãos para declarar que sou inocente,
para me aproximar do seu altar.

7 Canto hinos de gratidão
e conto a todos os seus atos maravilhosos.

8 Ó SENHOR, eu amo estar em sua casa,
no lugar que está cheio da sua glória.

9 Não me dê o castigo dos pecadores,
nem tire a minha vida quando o Senhor castigar os maus.

10 Eles estão sempre planejando fazer mal aos outros,
sempre enganando as pessoas.

11 Mas eu levo uma vida honrada.
Por isso, peço que tenha compaixão de mim e me salve.

12 Estou salvo de todo perigo
quando o louvo, ó SENHOR, no meio de toda a assembleia.

Salmos 26 – Rei Davi


Foto: Pexels; Estudo inspirado por: Bíblia Shedd.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts relacionados

Até que ponto podemos mudar? Reflexão de Provérbios 4.23

Muitas vezes queremos nos tornar pessoas diferentes do que nós somos, apenas para satisfazer exigências do mundo. E, com isso, podemos, de fato, perder nossa essência. Ou seja, deixar de ser quem nós somos de verdade para nos adequar aos padrões externos que a aceitação e o sucesso do mundo,

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial