Estudo Salmos 91 – Confiança em Deus

Salmos 91.7

O Salmo 91 é um dos mais conhecidos e amados pelos cristãos. Ele é um salmo de confiança em Deus e de proteção divina. O salmista começa declarando que aquele que habita no abrigo do Altíssimo e descansa à sombra do Todo-Poderoso pode dizer ao Senhor: “Tu és o meu refúgio e a minha fortaleza, o meu Deus, em quem confio”. O salmista afirma que Deus é o seu protetor e que Ele o livrará de armadilhas e doenças mortais.

O salmista continua a descrever a proteção divina, dizendo que Deus enviará os seus anjos para proteger aqueles que o amam e que eles os sustentarão em suas mãos, para que não tropecem em pedras. O salmista também afirma que Deus o livrará de leões e cobras venenosas, símbolos de perigos físicos e espirituais.

Conclui o salmo com uma promessa de Deus: “Porque ele me ama, eu o resgatarei; eu o protegerei, pois ele conhece o meu nome. Ele me invocará, e eu lhe responderei; estarei com ele na angústia, livrá-lo-ei e o honrarei. Com longa vida o satisfarei e lhe mostrarei a minha salvação”. Essa promessa é uma declaração do amor de Deus por aqueles que confiam nele e uma garantia de que Ele estará sempre presente para protegê-los e guiá-los.

O Salmo 91 é um salmo de confiança e de proteção divina. Ele nos lembra que Deus é o nosso refúgio e a nossa fortaleza, e que podemos confiar nele em todas as circunstâncias da vida. Ele nos encoraja a buscar a proteção divina e a confiar na promessa de Deus de que Ele estará sempre conosco, nos livrando de perigos físicos e espirituais e nos guiando para a salvação eterna.

———

Salmos 91

1 O que habita no esconderijo do Altíssimo e descansa à sombra do Onipotente

2 diz ao Senhor : Meu refúgio e meu baluarte, Deus meu, em quem confio.

3 Pois ele te livrará do laço do passarinheiro e da peste perniciosa.

4 Cobrir-te-á com as suas penas, e, sob suas asas, estarás seguro; a sua verdade é pavês e escudo.

5 Não te assustarás do terror noturno, nem da seta que voa de dia,

6 nem da peste que se propaga nas trevas, nem da mortandade que assola ao meio-dia.

7 Caiam mil ao teu lado, e dez mil, à tua direita; tu não serás atingido.

8 Somente com os teus olhos contemplarás e verás o castigo dos ímpios.

9 Pois disseste: O Senhor é o meu refúgio. Fizeste do Altíssimo a tua morada.

10 Nenhum mal te sucederá, praga nenhuma chegará à tua tenda.

11 Porque aos seus anjos dará ordens a teu respeito, para que te guardem em todos os teus caminhos.

12 Eles te sustentarão nas suas mãos, para não tropeçares nalguma pedra.

13 Pisarás o leão e a áspide, calcarás aos pés o leãozinho e a serpente.

14 Porque a mim se apegou com amor, eu o livrarei; pô-lo-ei a salvo, porque conhece o meu nome.

15 Ele me invocará, e eu lhe responderei; na sua angústia eu estarei com ele, livrá-lo-ei e o glorificarei.

16 Saciá-lo-ei com longevidade e lhe mostrarei a minha salvação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Salmos 145.3

Estudo Salmos 145 – Cântico de Adoração e Louvor a Deus

O Salmo 145 é um cântico de adoração e louvor a Deus. O salmista expressa sua gratidão e exaltação ao Senhor, reconhecendo a grandeza e bondade de Deus. O salmo começa com uma afirmação de que Deus é digno de louvor eterno, e que sua grandeza é incomparável. O salmista

Salmos 42.11

Estudo Salmos 42 – Proteção e Cuidado de Deus

O Salmo 42 é um salmo de lamentação em que o salmista expressa seu anseio e desejo pela presença de Deus em meio a um momento de angústia e sofrimento. Ele compara sua sede por Deus à sede de um cervo por águas frescas, mostrando sua necessidade e dependência do

Temas

  » Alegria

  » Amizade

  » Amor

  » Fé e Motivação

  » Felicitações

  » Liderança

  » Pais e Filhos

  » Paz

  » Provérbios

  » Reflexão

  » Salmos

Receba inspiração no seu Email

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial