Estudo Apocalipse 4 – A Soberania de Deus sobre Todas as Coisas

Apocalipse 4.11A

O livro de Apocalipse, capítulo 4, descreve uma visão profética impressionante. Nessa passagem, o autor, o apóstolo João, relata ter sido arrebatado para o céu, onde testemunha uma cena extraordinária.

Ele descreve um trono no céu, estabelecido de forma majestosa e rodeado por 24 anciãos vestidos de branco, que representam, em geral, os líderes e representantes da Igreja. Estes anciãos estão coroados com coroas de ouro, simbolizando a recompensa da fidelidade.

Diante do trono, há sete lâmpadas acesas, que representam os sete espíritos de Deus, simbolizando a totalidade e plenitude do Espírito Santo.

Há também um mar de vidro, indicando pureza e clareza, e quatro seres viventes, cada um com características peculiares, que são reconhecidos como representações simbólicas das criaturas da criação, como leões, bois, águias e humanos. Eles proclamam incessantemente a santidade de Deus.

Essa visão é marcada por uma atmosfera de adoração e reverência celestial, onde os seres celestiais, incluindo os quatro seres viventes e os anciãos, adoram o Criador eterno.

O capítulo 4 de Apocalipse oferece uma visão impactante da adoração e da majestade divina no céu, demonstrando a soberania de Deus sobre todas as coisas e antecipando os eventos futuros que serão revelados nos capítulos subsequentes deste livro profético.

———

Apocalipse 4

A visão do trono de Deus

Depois destas coisas, olhei, e eis não somente uma porta aberta no céu, como também a primeira voz que ouvi, como de trombeta ao falar comigo, dizendo: Sobe para aqui, e te mostrarei o que deve acontecer depois destas coisas.

Imediatamente, eu me achei em espírito, e eis armado no céu um trono, e, no trono, alguém sentado;

e esse que se acha assentado é semelhante, no aspecto, a pedra de jaspe e de sardônio, e, ao redor do trono, há um arco-íris semelhante, no aspecto, a esmeralda.

Ao redor do trono, há também vinte e quatro tronos, e assentados neles, vinte e quatro anciãos vestidos de branco, em cujas cabeças estão coroas de ouro.

Do trono saem relâmpagos, vozes e trovões, e, diante do trono, ardem sete tochas de fogo, que são os sete Espíritos de Deus.

Há diante do trono um como que mar de vidro, semelhante ao cristal, e também, no meio do trono e à volta do trono, quatro seres viventes cheios de olhos por diante e por detrás.

O primeiro ser vivente é semelhante a leão, o segundo, semelhante a novilho, o terceiro tem o rosto como de homem, e o quarto ser vivente é semelhante à águia quando está voando.

E os quatro seres viventes, tendo cada um deles, respectivamente, seis asas, estão cheios de olhos, ao redor e por dentro; não têm descanso, nem de dia nem de noite, proclamando: Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus, o Todo-Poderoso, aquele que era, que é e que há de vir.

Quando esses seres viventes derem glória, honra e ações de graças ao que se encontra sentado no trono, ao que vive pelos séculos dos séculos,

10 os vinte e quatro anciãos prostrar-se-ão diante daquele que se encontra sentado no trono, adorarão o que vive pelos séculos dos séculos e depositarão as suas coroas diante do trono, proclamando:

11 Tu és digno, Senhor e Deus nosso, de receber a glória, a honra e o poder, porque todas as coisas tu criaste, sim, por causa da tua vontade vieram a existir e foram criadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Provérbios 10.31

Estudo Provérbios 10 – Ensinamentos Sobre a Sabedoria e a Conduta Correta

Provérbios 10 é um capítulo do livro de Provérbios na Bíblia, que oferece uma série de ensinamentos sobre a sabedoria e a conduta correta. Ao longo deste capítulo, encontramos uma variedade de provérbios que abordam diferentes aspectos da vida cotidiana e oferecem conselhos sábios para viver de forma justa e

Eclesiastes 2.24

Estudo Esclesiastes 2 – A Verdadeira Alegria Vem de Deus

No livro de Eclesiastes capítulo 2, o autor reflete sobre a futilidade das buscas humanas por felicidade e significado na vida. Ele começa testando diversas formas de prazer e conquista, mas todas se mostram vazias. Ele constrói casas, plantações, acumula riquezas, adquire servos e servas, mas percebe que tudo isso

Salmos 68:5

Estudo Salmos 68 – Deus é o pai dos órfãos

O Salmo 68 é um salmo de louvor e ação de graças que celebra a grandeza e o poder de Deus. O salmista começa convidando os justos a se alegrarem na presença de Deus e a louvá-lo com cânticos e instrumentos musicais. Ele lembra que Deus é o pai dos

Temas

  » Alegria

  » Amizade

  » Amor

  » Fé e Motivação

  » Felicitações

  » Liderança

  » Pais e Filhos

  » Paz

  » Provérbios

  » Reflexão

  » Salmos

Receba inspiração no seu Email

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial