Estudo Salmos 61 – Deus é o nosso abrigo

Salmos 61.4

O Salmo 61 é uma oração de confiança e esperança em Deus. O salmista clama a Deus por ajuda e proteção, reconhecendo que somente Ele pode ser sua fortaleza e refúgio. O salmista expressa sua fé na fidelidade e misericórdia divina, buscando força e direção em meio às dificuldades e tribulações.

O salmista começa invocando a Deus como seu ouvinte, pedindo que Ele escute sua oração e atenda seu clamor. Em seguida, o salmista reconhece a grandeza e a glória de Deus, afirmando que Ele é um abrigo seguro e uma torre forte em momentos de angústia. O salmista pede a Deus que o conduza à Rocha que é mais alta do que ele, o levando a um lugar seguro e protegido.

O salmista então afirma sua confiança na fidelidade divina, pedindo que Deus o guie e o proteja. Ele pede que Deus o conceda vida longa e que o cubra com a sua misericórdia e verdade. O salmista promete louvar a Deus e cumprir seus votos, afirmando que Ele é um Deus que ouve e responde às orações.

Por fim, o salmista declara que o rei deve confiar em Deus e na sua misericórdia, buscando refúgio na sua sombra. Ele afirma que a bondade e a fidelidade de Deus são um motivo para se alegrar e louvá-Lo para sempre. O salmo termina com uma expressão de confiança na proteção e ajuda divinas, com o salmista prometendo confiar em Deus para sempre.

———

Salmos 61

1 Ouve, ó Deus, a minha súplica; atende à minha oração.

2 Desde os confins da terra clamo por ti, no abatimento do meu coração. Leva-me para a rocha que é alta demais para mim;

3 pois tu me tens sido refúgio e torre forte contra o inimigo.

4 Assista eu no teu tabernáculo, para sempre; no esconderijo das tuas asas, eu me abrigo.

5 Pois ouviste, ó Deus, os meus votos e me deste a herança dos que temem o teu nome.

6 Dias sobre dias acrescentas ao rei; duram os seus anos gerações após gerações.

7 Permaneça para sempre diante de Deus; concede-lhe que a bondade e a fidelidade o preservem.

8 Assim, salmodiarei o teu nome para sempre, para cumprir, dia após dia, os meus votos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Salmos 11.1

Estudo Salmos 11 – O Senhor é forte refúgio

Em Salmos 11, os amigos de Davi o aconselharam a fugir. Eles temiam os grandes riscos que Davi corria por conta das ameaças de seus inimigos. Mas como mostra o versículo 1, a confiança do justo está no Senhor. Nele é o nosso refúgio. O versículo 3 questiona sobre o

Mateus 25.29

Estudo Mateus 25 – Ensinamentos sobre o Reino dos Céus

Mateus 25 apresenta três parábolas que ilustram importantes ensinamentos sobre o Reino dos Céus e o julgamento final. A primeira parábola narra a história de dez virgens, divididas em cinco néscias e cinco prudentes, todas aguardando a chegada do noivo. As prudentes, prevenidas com azeite extra, conseguem manter suas lâmpadas

Salmos 97.11

Estudo Salmos 97 – A Soberania de Deus

O Salmo 97 é um dos muitos salmos que se concentram na soberania de Deus sobre a Terra. O salmo começa declarando que Deus é Rei, e que a Terra se regozija com isso. A seguir, descreve como as nuvens e a escuridão envolvem Deus, simbolizando Sua majestade e poder.

Temas

  » Alegria

  » Amizade

  » Amor

  » Fé e Motivação

  » Felicitações

  » Liderança

  » Pais e Filhos

  » Paz

  » Provérbios

  » Reflexão

  » Salmos

Receba inspiração no seu Email

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial