Estudo Mateus 4 – A Resistência de Jesus às Tentações

Mateus 4.4

Mateus 4 descreve um período crucial na vida de Jesus, marcado por tentações no deserto.

Após um jejum de quarenta dias, Ele enfrenta Satanás, que tenta desviá-Lo de Seu propósito divino. As tentações abordam aspectos fundamentais da natureza humana, como a fome, a busca por poder e a confiança em Deus.

Jesus resiste a cada tentação, enfatizando a importância de confiar na Palavra de Deus. Este episódio destaca a integridade moral e espiritual de Jesus, revelando Sua natureza imaculada.

Além disso, Mateus 4 narra o início do ministério público de Jesus. Ele começa a pregar a mensagem do Reino dos Céus, chamando as pessoas ao arrependimento.

O chamado de seus primeiros discípulos, Pedro e André, é registrado neste capítulo, ilustrando a rápida resposta à autoridade espiritual de Jesus. Seu ministério se expande para além da Galileia, alcançando diversas regiões, e multidões seguem-nO, testemunhando Seus milagres e ouvindo Suas instruções transformadoras.

Em resumo, Mateus 4 destaca a resistência de Jesus às tentações, lançando as bases para Seu ministério público e revelando Sua autoridade divina.

———

Mateus 4

A tentação de Jesus

A seguir, foi Jesus levado pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo.

E, depois de jejuar quarenta dias e quarenta noites, teve fome.

Então, o tentador, aproximando-se, lhe disse: Se és Filho de Deus, manda que estas pedras se transformem em pães.

Jesus, porém, respondeu: Está escrito:

Não só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus.

Então, o diabo o levou à Cidade Santa, colocou-o sobre o pináculo do templo

e lhe disse: Se és Filho de Deus, atira-te abaixo, porque está escrito:

Aos seus anjos ordenará a teu respeito que te guardem;

e: Eles te susterão nas suas mãos, para não tropeçares nalguma pedra.

Respondeu-lhe Jesus: Também está escrito:

Não tentarás o Senhor, teu Deus.

Levou-o ainda o diabo a um monte muito alto, mostrou-lhe todos os reinos do mundo e a glória delese lhe disse: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares.

10 Então, Jesus lhe ordenou: Retira-te, Satanás, porque está escrito:

Ao Senhor, teu Deus, adorarás, e só a ele darás culto.

11 Com isto, o deixou o diabo, e eis que vieram anjos e o serviram.

Jesus volta para a Galileia

12 Ouvindo, porém, Jesus que João fora preso, retirou-se para a Galileia;

13 e, deixando Nazaré, foi morar em Cafarnaum, situada à beira-mar, nos confins de Zebulom e Naftali;

14 para que se cumprisse o que fora dito por intermédio do profeta Isaías:

15 Terra de Zebulom, terra de Naftali, caminho do mar, além do Jordão, Galileia dos gentios!

16 O povo que jazia em trevas viu grande luz, e aos que viviam na região e sombra da morte resplandeceu-lhes a luz.

17 Daí por diante, passou Jesus a pregar e a dizer: Arrependei-vos, porque está próximo o reino dos céus.

A vocação de discípulos

18 Caminhando junto ao mar da Galileia, viu dois irmãos, Simão, chamado Pedro, e André, que lançavam as redes ao mar, porque eram pescadores.

19 E disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens.

20 Então, eles deixaram imediatamente as redes e o seguiram.

21 Passando adiante, viu outros dois irmãos, Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão, que estavam no barco em companhia de seu pai, consertando as redes; e chamou-os.22 Então, eles, no mesmo instante, deixando o barco e seu pai, o seguiram.

Jesus prega por toda a Galileia e cura muitos enfermos

23 Percorria Jesus toda a Galileia, ensinando nas sinagogas, pregando o evangelho do reino e curando toda sorte de doenças e enfermidades entre o povo.

24 E a sua fama correu por toda a Síria; trouxeram-lhe, então, todos os doentes, acometidos de várias enfermidades e tormentos: endemoninhados, lunáticos e paralíticos. E ele os curou.

25 E da Galileia, Decápolis, Jerusalém, Judeia e dalém do Jordão numerosas multidões o seguiam.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Apocalipse 12.10

Estudo Apocalipse 12 – A Vitória de Cristo e do seu Povo

O capítulo 12 do Livro do Apocalipse, na Bíblia, descreve uma visão altamente simbólica e apocalíptica. O texto começa com uma mulher grávida vestida de sol, que é interpretada como a representação da Igreja ou da Virgem Maria. Ela está prestes a dar à luz um filho, simbolizando Jesus Cristo.

Salmos 104.33

Estudo Salmos 104 – A Grandeza da Criação Divina

O Salmo 104 é um poema que celebra a grandeza e a beleza da criação divina. Este Salmo retrata Deus como o criador de todas as coisas, descrevendo a natureza e os seus elementos como obra das mãos de Deus. O poema começa com uma invocação a Deus, reconhecendo a

Salmos 142.1

Estudo Salmos 142 – Oração em Tempos Difíceis

O Salmo 142 é uma oração atribuída a Davi quando ele se encontrava em uma situação de angústia e desamparo. O salmista clama a Deus como seu refúgio e sua porção na terra dos viventes. Ele expressa sua tristeza e solidão, descrevendo sua condição como estando em uma prisão. Davi

Temas

  » Alegria

  » Amizade

  » Amor

  » Fé e Motivação

  » Felicitações

  » Liderança

  » Pais e Filhos

  » Paz

  » Provérbios

  » Reflexão

  » Salmos

Receba inspiração no seu Email

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial