Estudo Salmos 64 – O justo confia no Senhor

Salmos 64.10

O Salmo 64 é uma oração de Davi que expressa sua angústia e temor diante dos seus inimigos. Ele clama a Deus para que o proteja e o livre da conspiração dos maus, que planejam sua destruição em segredo. Davi descreve os planos malignos dos seus adversários, que usam a língua como arma para difamá-lo e caluniá-lo.

Apesar da ameaça iminente, Davi confia na justiça de Deus e espera que Ele retribua aos seus inimigos de acordo com as suas más obras. Ele exalta a grandeza de Deus e o louva por ser o seu refúgio e fortaleza. Davi se alegra na certeza da vitória sobre os seus inimigos e na restauração da sua honra diante dos homens.

O salmo é uma expressão de confiança na providência divina e uma afirmação da vitória dos justos sobre os injustos. Ele nos ensina que devemos confiar em Deus em momentos de aflição e que Ele é a nossa fonte de força.

———

Salmos 64

1 Ouve, ó Deus, a minha voz nas minhas perplexidades; preserva-me a vida do terror do inimigo.

2 Esconde-me da conspiração dos malfeitores e do tumulto dos que praticam a iniquidade,

3 os quais afiam a língua como espada e apontam, quais flechas, palavras amargas,

4 para, às ocultas, atingirem o íntegro; contra ele disparam repentinamente e não temem.

5 Teimam no mau propósito; falam em secretamente armar ciladas; dizem: Quem nos verá?

6 Projetam iniquidade, inquirem tudo o que se pode excogitar; é um abismo o pensamento e o coração de cada um deles.

7 Mas Deus desfere contra eles uma seta; de súbito, se acharão feridos.

8 Dessarte, serão levados a tropeçar; a própria língua se voltará contra eles; todos os que os veem meneiam a cabeça.

9 E todos os homens temerão, e anunciarão as obras de Deus, e entenderão o que ele faz.

10 O justo se alegra no Senhor e nele confia; os de reto coração, todos se gloriam.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Provérbios 27.1

Estudo Provérbios 27 – Os Perigos da Arrogância e da Autoexaltação

O capítulo começa enfatizando a importância da humildade e da não-vaidade, alertando sobre os perigos da arrogância e da autoexaltação. A seguir, destaca a relevância da sinceridade nas amizades e relacionamentos, encorajando a repreensão amorosa e a lealdade mútua. Provérbios 27 também traz reflexões sobre o valor da prudência ao

Salmos 20.7

Estudo Salmos 20 – Oração a favor do rei

Em Salmos 20, o povo coloca as suas esperanças no rei constituído. Porém, não por conta da força do seu rei, mas por acreditarem que Deus estará com ele em todas as situações, inclusive nas tribulações. Quando temos a confiança de que Deus está conosco em uma batalha, não há

Temas

  » Alegria

  » Amizade

  » Amor

  » Fé e Motivação

  » Felicitações

  » Liderança

  » Pais e Filhos

  » Paz

  » Provérbios

  » Reflexão

  » Salmos

Receba inspiração no seu Email

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial