Estudo Provérbios 9 – Contraste entre a Sabedoria e a Insensatez

Provérbios 9.10

Provérbios 9 é um capítulo da Bíblia que apresenta um contraste entre a sabedoria e a insensatez, personificadas como duas mulheres: a mulher sábia e a mulher tola. Neste estudo completo, examinaremos o capítulo em parágrafos, destacando seus principais temas e ensinamentos.

O capítulo começa com a mulher sábia construindo sua casa, preparando uma refeição e convidando as pessoas para participarem. Ela simboliza a sabedoria, que é prática, cuidadosa e generosa. A mulher sábia chama os inexperientes para que venham a ela, para que possam aprender e se tornar sábios.

Por outro lado, a mulher tola também constrói sua casa, mas de forma irresponsável. Ela chama os incautos para participarem de sua festa, oferecendo prazeres imediatos e indulgências sem considerar as consequências. Essa mulher tola simboliza a insensatez, a falta de discernimento e a busca por prazeres superficiais.

O capítulo continua enfatizando os resultados diferentes de seguir a sabedoria ou a insensatez. Aqueles que ouvem a mulher sábia e seguem seus conselhos são abençoados com conhecimento, entendimento e vida abundante. Por outro lado, aqueles que seguem a mulher tola colhem consequências dolorosas e destrutivas.

Em conclusão, o capítulo Provérbios 9 destaca a importância de escolher a sabedoria em vez da insensatez. Ele nos ensina que a sabedoria traz benefícios duradouros e uma vida plena, enquanto a insensatez leva à destruição e ao sofrimento. É um convite para ouvir e seguir a sabedoria, que nos leva a fazer escolhas sábias e a viver de acordo com os princípios divinos.

———

Provérbios 9

1 A Sabedoria edificou a sua casa, lavrou as suas sete colunas.

2 Carneou os seus animais, misturou o seu vinho e arrumou a sua mesa.

3 Já deu ordens às suas criadas e, assim, convida desde as alturas da cidade:

4 Quem é simples, volte-se para aqui. Aos faltos de senso diz:

5 Vinde, comei do meu pão e bebei do vinho que misturei.

6 Deixai os insensatos e vivei; andai pelo caminho do entendimento.

7 O que repreende o escarnecedor traz afronta sobre si; e o que censura o perverso a si mesmo se injuria.

8 Não repreendas o escarnecedor, para que te não aborreça; repreende o sábio, e ele te amará.

9 Dá instrução ao sábio, e ele se fará mais sábio ainda; ensina ao justo, e ele crescerá em prudência.

10 O temor do Senhor é o princípio da sabedoria, e o conhecimento do Santo é prudência.

11 Porque por mim se multiplicam os teus dias, e anos de vida se te acrescentarão.

12 Se és sábio, para ti mesmo o és; se és escarnecedor, tu só o suportarás.

13 A loucura é mulher apaixonada, é ignorante e não sabe coisa alguma.

14 Assenta-se à porta de sua casa, nas alturas da cidade, toma uma cadeira,

15 para dizer aos que passam e seguem direito o seu caminho:

16 Quem é simples, volte-se para aqui. E aos faltos de senso diz:

17 As águas roubadas são doces, e o pão comido às ocultas é agradável.

18 Eles, porém, não sabem que ali estão os mortos, que os seus convidados estão nas profundezas do inferno.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Salmos 129.4

Estudo Salmos 129 – Esperança e Confiança na Justiça Divina

O Salmo 129 é um salmo que fala sobre as experiências de sofrimento e opressão do povo de Israel. O salmo começa descrevendo o longo histórico de opressão que o povo de Israel enfrentou. Ele menciona que desde a sua juventude, Israel tem sido alvo de perseguição e tentativas de

Salmos 84.12

Estudo Salmos 84 – A Verdadeira Felicidade

O Salmo 84 é um cântico de louvor e adoração ao Senhor dos Exércitos. O salmista expressa sua admiração pelos tabernáculos do Senhor e anseia estar na presença de Deus. Ele descreve como sua alma suspira pelos átrios do Senhor, e como seu coração e carne exultam pelo Deus vivo.

Salmos 125.1

Estudo Salmos 125 – Salmo de Confiança em Deus

O Salmo 125 é um salmo de confiança e segurança em Deus. Ele expressa a certeza de que aqueles que confiam no Senhor são inabaláveis e estão protegidos como o monte Sião, que é firme e imutável. Neste salmo, o salmista destaca a confiança inabalável que o povo de Deus

Salmos 144.1

Estudo Salmos 144 – Ações de Graça pela Proteção de Deus

O Salmo 144 é atribuído a Davi e é uma expressão de louvor e gratidão a Deus por Sua proteção, provisão e vitória. No salmo, Davi reconhece que é Deus quem o treina para a batalha e capacita suas mãos para a guerra. Ele descreve Deus como sua rocha, seu

Temas

  » Alegria

  » Amizade

  » Amor

  » Fé e Motivação

  » Felicitações

  » Liderança

  » Pais e Filhos

  » Paz

  » Provérbios

  » Reflexão

  » Salmos

Receba inspiração no seu Email

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial